Vigilância Sanitária interdita quatro comércios por falta de higiene em Itapevi

Para proteger a saúde da população e evitar a comercialização de produtos alimentícios manipulados incorretamente, a Vigilância Sanitária de Itapevi interditou quatro estabelecimentos comerciais na primeira quinzena de agosto.

Localizados no Centro e na Vila Nova Itapevi, os estabelecimentos foram interditados por más condições de higiene e de armazenamento, além de possuírem estruturas físicas precárias.

“A interdição é para que os comerciantes tenham condições de adequar o local para que as especificações exigidas sejam atendidas”, explicou Luiza Nasi, secretaria de Saúde e Bem-Estar do município.

“Nossas equipes visitam regularmente farmácias, drogarias, indústrias farmacêuticas e de cosméticos, lanchonetes, supermercados, padarias, açougues e demais estabelecimentos que manipulam ou comercializam produtos”, disse a secretaria.

Segundo a secretária de Saúde, os estabelecimentos estão passando agora por um processo de desinterdição parcial, o que significa que deverão readequar padrões de limpeza e higiene e suas instalações físicas caso desejem voltar a operar.

“Após toda esta etapa, eles ainda passarão por nova inspeção dos nossos técnicos que irão avaliar se todas as mudanças estão de acordo com a código sanitário para voltarem a funcionar”, reforçou Luiza.

A população pode auxiliar os trabalhos da Vigilância Sanitária denunciando os estabelecimentos suspeito de não cumprirem as normas saúde e higiene.

Para isso, basta entrar em contato com o órgão pelo telefone 4143-8499 (Ramal 8473) ou pelo e-mail sec.saude.visa@itapevis.p.gov.br. Pessoalmente, o atendimento pode ser feito na própria Vigilância (Rua Professor Dimarães Antonio Sandei, 123, Cidade Saúde), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Relacionados