Prefeitura inicia formação de profissionais para diagnóstico preventivo de câncer bucal

A Prefeitura de Itapevi promoveu, nesta segunda-feira (29), a formação de 62 profissionais ligados à área da saúde pública do município para o início do  programa de Prevenção ao Câncer Bucal. Receberam orientações para os cuidados médicos 25 dentistas, 15 auxiliares e 22 agentes comunitários de saúde.

A formação, com a realização de uma palestra com duração de quatro horas, foi realizada no auditório da Secretaria de Educação e Cultura com o objetivo de especializar ainda mais os profissionais para o diagnóstico precoce do câncer bucal.  A palestra foi ministrada pelo dentista especializado em lesões bucais e câncer na cidade, Luciano Castellon Figueiredo, também responsável pela triagem de casos suspeitos do câncer no município.

“Optamos pela participação dos agentes comunitários de saúde na formação porque eles têm uma proximidade muito grande com a população. Cada um deles atende, em média, de 150 a 200 famílias. Eles receberão 40 mil panfletos de orientação do diagnóstico preventivo, que serão distribuídos às famílias para o pré-diagnóstico da doença”, disse o coordenador de Saúde Bucal do município, Ricardo Vick.

Vick ainda explicou que os agentes farão as trocas das escovas de dentes das famílias semestralmente e, em caso de suspeitas da doença, recomendarão que o paciente procure o mais rápido possível o dentista para o exame clínico. “Essa formação é o trabalho piloto junto aos agentes comunitários de saúde, que trabalharão como multiplicadores. Sendo positivo, deveremos estender aos outros 76 agentes da cidade, de um total de 98”, argumentou.

Para o dentista Sérgio Franco Michelin, a ação ajudará no tratamento rápido e com o diagnóstico precoce as chances de recuperação do paciente aumentam. “O trabalho preventivo, de orientação e com foco na doença tornarão todo processo mais eficaz”, resumiu. A auxiliar, Sônia Regina Delfino, enalteceu o trabalho. “Quando o paciente chega ao consultório ou a unidade de saúde agora terá um auxiliar capacitado para verificar se o caso é ou não de urgência”, explicou.

A agente comunitária, Andrea Mustafá, também avaliou como positiva a iniciativa. “Nossa proximidade com a comunidade é, muitas vezes, maior do que a do dentista. E, sendo assim, conseguimos reforçar a importância da prevenção e levar as pessoas até o tratamento adequado”, frisou.

Vale destacar que a Prefeitura iniciou no dia 13 de maio sua participação na Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer Bucal.  A ação contou com 39 dentistas e auxiliares da rede municipal de saúde em atividades de atendimento e diagnóstico em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) do município.

Para saber mais sobre a Campanha e esclarecer dúvidas, o e-mail para contato é saudebucal@itapevi.sp.gov.br.    

Relacionados