Itapevi Notícias

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Ponto a Ponto Mutirão contra o Aedes chega ao Jardim Rainha

Mutirão contra o Aedes chega ao Jardim Rainha

Imprimir

Acontece neste sábado (08), no Jardim Rainha, o décimo primeiro mutirão de combate ao Aedes aegypti. O objetivo é eliminar focos do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya e conscientizar a população de que o combate ao Aedes deve ser permanente.

A força-tarefa visitará as ruas Ana Araújo de Castro, Nove de Julho, Lázara Siqueira, José Pedro de Castro, Ladeira Nacif Amin Chalupe, Santo Antonio, José Pedro de Oliveira, Vale do Sol, Pedro Pinto, Avenida Brasil, Nicolau Leonardo, Benedito Manoel de Oliveira, Emílio Vaz, Mario Peixoto de Oliveira, Osório da Silva Ferrari, João Pinto, Rodolfo Voight, Antonio Bruno, Benedito Dias Siqueira, Michel Armando Benedocci, Alceste Silicani, Brasil Para Cristo, José Avelino da Costa, Irene Quatrine Coelho, Xavantes, Luiz Reviglio, Sete de Setembro, Ezequiel Dias Siqueira, Antonio di Santo, Carajás.

A primeira etapa da campanha será encerrada neste mês. A segunda parte começa entre outubro e novembro deste ano, quando as temperaturas mais altas facilitam a reprodução do mosquito.

A campanha de combate ao Aedes começou na primeira semana de janeiro. Desde então, a administração municipal tem trabalhado para conscientizar a população sobre a importância de eliminar os focos do mosquito, realizando ações de rotina e mutirões nos bairros, distribuindo informativos e colocando banners e outdoors em pontos estratégicos da cidade.

O trabalho é uma parceria das secretarias de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Saúde e Bem-Estar e Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente.

Balanço

Até o momento, equipes de limpeza e da operação Cata-Bagulho, que acompanham a ação, recolheram 578 toneladas de entulho. A campanha contra o Aedes aegypti já visitou, neste ano, cerca de 16 mil casas de diversos bairros da cidade, eliminou mais de dois mil criadouros do mosquito e fez a colocação de tela em 600 caixas d’água.

No período, Itapevi registrou 64 notificações de suspeita de dengue. Destas, quatro casos foram confirmados, 45 descartados e 15 estão em investigação. Foram registradas nove suspeitas de chikungunya, sete foram descartadas e duas estão sendo investigadas. Duas notificações de zika foram registradas, mas já estão descartadas. As informações são da Secretaria de Saúde e Bem-Estar.

Última atualização em Sex, 07 de Abril de 2017 08:53  

Anunciantes

Links Recomendados?
Banner
Banner