Itapevi Notícias

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Itapevi Igor Soares escolhe promotor e coronel para pasta de segurança de Itapevi

Igor Soares escolhe promotor e coronel para pasta de segurança de Itapevi

Imprimir

O prefeito Igor Soares deu posse, na última semana, aos novos secretários e adjunto da pasta de Segurança e Mobilidade Urbana. Roberto Fernandes Campos, que já foi policial militar, promotor e procurador de justiça, assume como secretário. Osmar Rodrigues de Moraes, ex-policial, aposentado como coronel reformado e mestre em Ciências Policiais e Ordem Pública, é o novo secretário-adjunto. A cerimônia de assinatura do termo de posse aconteceu nesta terça-feira (23), na nova sede da Prefeitura, na Vila Nova Itapevi.

Ambos foram escolhidos pelos perfis técnicos e capacidade de resolução de conflitos no setor. “A gestão municipal precisa ser dinâmica e para que isso ocorra é necessário ter quadros técnicos. Nossa administração já tem este perfil e Roberto Campos com Osmar Moraes chegam para fortalecer ainda mais este princípio”, destacou o prefeito.

Para Campos, que atuou como policial militar, promotor criminal e procurador de justiça, o que mais encantou no convite realizado pelo prefeito foi a preocupação em ter a escolha técnica de alguém para comandar a segurança na cidade. “Considerando meu trabalho sempre ligado às questões de segurança pública, penso que esta será uma excelente experiência para contribuir com o desenvolvimento de ações práticas que visem melhorar a cidade nesta questão”, completou.

O novo adjunto da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana também elogiou os critérios de escolha. “Itapevi seleciona técnicos pela qualidade de seus perfis e análise de currículos. Algo que me despertou interesse em trabalhar na cidade foi uma fala do prefeito dizendo que ele tem muito apreço pela Secretaria e pela Guarda Municipal e que quer torná-las cada vez melhores”, destacou.

Dentre as prioridades do governo na área da segurança estão ampliação do efetivo da guarda municipal, ampliação do videomonitoramento com câmeras em todas as unidades escolas, nova sede da Defesa Civil, terceirização do antigo pátio de veículos, implantação da Zona Azul, convênio com o Detecta SP, convênio com o Corpo de Bombeiros do Governo do Estado de São Paulo, recolhimento de carros abandonados na cidade e blitz constantes para coibir pancadões que fecham ruas e causam transtornos à população.

Estiveram presentes na cerimônia cerca de 100 pessoas, dentre autoridades dos poderes Executivo e Legislativo da cidade, do Corpo de Bombeiros e das polícias Civil e Militar, além do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança).

Biografias

Roberto Fernandes Campos, 58, nasceu na cidade de São Paulo. Cursou o 2º grau completo em escola pública e se formou em Direito pela Universidade Braz Cubas em 1985. É pós-graduado em Direito Penal. Cursou a Academia de Polícia Militar do Barro Branco e foi policial militar entre 1979 e 1987.

Na sequência, ingressou no Ministério Público, por meio de concurso público, onde iniciou a carreira como promotor criminal. No Ministério Público, Campos atuou nas cidades de Angatuba, Ubatuba, São José dos Campos e em São Paulo, esta última onde trabalhou como procurador de justiça por 14 anos até se aposentar em julho do ano passado.

Campos também foi professor universitário da disciplina de processo penal na Fundação Vale Paraibana de Ensino.

Osmar Rodrigues de Moraes, 57, nasceu na cidade de São Paulo. Estudou em escola pública desde a infância. Ingressou na Polícia Militar em 1978, na Academia de PM do Barro Branco, onde se formou bacharel (1982) e mestre em Ciências Policiais e Ordem Pública (1988).

Como policial começou a atuar nas ruas em 1982, onde permaneceu até 2010. Formado em Direito pelas Faculdades Integradas de Guarulhos, concluiu o curso 1986. Como tenente-coronel comandou o 47º BPM/M (Batalhão da Polícia Militar Metropolitana - Zona Norte da capital) entre 2003 e 2009 e esteve à frente do Centro de Reabilitação do Hospital Militar da PM durante sete anos.

Moraes também possui formação em fisioterapia, onde se formou em 2005 pelo Centro Universitário UniSant’Anna. Foi aposentado no cargo de coronel reformado.

Antes de assumir o cargo de secretário-adjunto, Moraes atuava na área de Direito Militar em escritório próprio, na zona norte de São Paulo. Ele também foi professor na área administrativa e disciplinar na Academia do Barro Branco (1987 a 1988) e da disciplina de fisioterapia no curso de formação de professores da Escola de Educação Física da PM (2007 a 2008).

 

Anunciantes

Links Recomendados?
Banner
Banner