Itapevi Notícias

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Itapevi Obras de saneamento básico avançam no Parque Wey

Obras de saneamento básico avançam no Parque Wey

Imprimir

Para melhorar o saneamento básico em Itapevi, a concessionária Sabesp está investindo R$ 4 milhões na ampliação do sistema de esgoto da região do Parque Wey. As obras consistem na implementação de 5 mil metros de rede coletora de esgoto que darão acesso à ligação de esgoto em 600 imóveis, beneficiando 2 mil pessoas no município.

Segundo a concessionária, 60% dos resíduos produzidos em Itapevi serão encaminhados para tratamento na ETE (Estação de Tratamento de Esgotos) de Barueri.

Já as demais ligações serão interligadas a outro sistema de esgotamento existente, cuja ampliação do tratamento ocorrerá na 4º Etapa do Projeto Tietê, cuja fase atual é de aprovação e financiamento pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

A obra, que foi iniciada em março deste ano, deve ser entregue até o fim de agosto.

A Sabesp explica que a ampliação da coleta de esgoto contribuirá para a otimização do saneamento do córrego Vale do Sol, mas faz um alerta. “É fundamental que os imóveis efetivem a adesão à rede implantada, solicitando ligações de esgoto. Quanto ao volume de esgoto coletado neste local, está ligado diretamente ao número de imóveis que aderirem e efetivarem suas ligações de esgotos a tais redes que estão sendo implementadas no bairro”, explica a assessoria de imprensa da concessionária.

A Sabesp pode ser contatada pelo telefone 0800 011 9911 (Região Metropolitana) ou via site http://site.sabesp.com.br. Serviços de Emergências pelo 195.

Diálogo permanente

Desde que assumiu a Prefeitura, o prefeito Igor Soares vem cobrando a Sabesp para a realização de investimentos na cidade. Em fevereiro do ano passado, quando o prefeito se encontrou com o presidente da Sabesp, Jerson Kelman, ele cobrou atenção para o fornecimento de água em bairros da cidade, como Monte Serrat, Amador Bueno, Quatro Encruzilhadas e o Polo Industrial de Ambuitá.

De acordo com levantamento realizado pela prefeitura na época, cerca de duas mil residências estavam sem abastecimento de água potável da Sabesp. A companhia informou que há projeto de investimentos previstos para a cidade que, no entanto, dependem da conclusão das obras do Sistema São Lourenço, que beneficiará municípios da Região Metropolitana de São Paulo.

Última atualização em Sex, 03 de Agosto de 2018 10:29  

Anunciantes

Links Recomendados?
Banner
Banner