Itapevi Notícias

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Itapevi Casa Porto Seguro passa a oferecer atividades culturais para crianças vulneráveis

Casa Porto Seguro passa a oferecer atividades culturais para crianças vulneráveis

Imprimir

Quando visitou a Casa Transitória Porto Seguro pela primeira vez em sua gestão, no dia 12 de janeiro, o prefeito Igor Soares disse que gostaria de implementar aulas no contraturno para as crianças e adolescentes acolhidos pela instituição. Agora, o desejo se tornou realidade: os jovens já estão praticando atividades como capoeira, ballet, desenho artístico e hip hop, todas oferecidas pelo Departamento de Cultura da Prefeitura de Itapevi.

O prefeito visitou as instalações da Casa Porto Seguro nesta quarta (5). Localizada no Jardim Itacolomi, a instituição recebe crianças, adolescentes e jovens de até 18 anos em situação de vulnerabilidade social.

“A integração e a seriedade são pontos fortes para o desenvolvimento de um bom trabalho de acolhimento. Vejo muita dedicação e faremos os esforços necessários para manter a Casa sempre bem e atendendo com comprometimento a quem precisa desses serviços”, disse Igor.

“A partir desse olhar mais sensível, próximo e humanizado dos funcionários da Casa Porto é possível melhorarmos as condições psicológicas e físicas de cada criança e jovem para que retornem aos seus núcleos familiares”, completou Elaine Freitas, secretaria de Desenvolvimento Social, Defesa da Cidadania e da Mulher.

O equipamento foi contemplado com reformas em junho deste ano, quando recebeu nova pintura e readequação das estruturas físicas. As benfeitorias foram realizadas por funcionários da Prefeitura e parceiros.

O local também ganhou melhoria nas instalações elétricas, substituição de portas, vidros, janelas, colocação de gradil e telas, área de playground e futuramente contará com iluminação externa.  

Sobre a Casa Porto Seguro

A Casa Transitória Porto Seguro foi criada em 2002, fruto de parceria entre a Prefeitura e o CMDC (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente). A instituição se dedica ao atendimento escolar, médico-hospitalar, e psicológico de menores vítimas de abandono ou violência com o objetivo de reinseri-los na sociedade.

“O trabalho de fortalecimento de vínculos e reestruturação familiar é realizado por uma equipe de profissionais que têm como objetivo reinserir crianças e adolescentes em seu núcleo familiar”, explica a coordenadora da instituição, Alessandra Rodrigues de Souza.

O espaço conta com quatro quartos, um banheiro, lavanderia, almoxarifado, cozinha, sala de estar, área de lazer, quintal e dispensa para o armazenamento de roupas e alimentos.

A Casa Porto Seguro funciona 24 horas e tem capacidade para abrigar até 20 jovens. Possui uma equipe de 19 servidores multiprofissionais (cuidadores, assistentes sociais, pedagogos, cozinheiros e faxineiros). O acolhimento de crianças e adolescentes no local é realizado por meio do Conselho Tutelar, sob a responsabilidade da Vara da Infância e Juventude do Fórum de Itapevi. 

Última atualização em Seg, 10 de Julho de 2017 10:22  

Anunciantes

Links Recomendados?
Banner
Banner