Itapevi Notícias

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Editorial Aumentam os apagões diários em Itapevi

Aumentam os apagões diários em Itapevi

Imprimir

Corte_ArvoreMuitos ainda devem se lembrar do famoso apagão ocorrido em novembro quando mais de 18 estados brasileiros passaram cerca de cinco horas na mais completa escuridão. Embora o fornecimento de energia tenha, aparentemente, voltado ao normal algumas horas depois, em Itapevi, parece que os apagões não têm fim.

Para os moradores de Itapevi, por exemplo, o que aconteceu em novembro no país, representa quase nada. Praticamente todos os dias algum bairro da cidade fica sem energia uma, duas três ... dez, e até 24 horas.

A redação do Itapevi Noticias recebeu inúmeros e-mails com desabafos de leitores que não sabem mais a quem recorrer. Ligar na central de atendimento da operadora é um martírio, superado apenas pela falta energia, que além de tirar o humor do contribuinte, causa prejuízos, muitas vezes irreparáveis, desde alimentos estragados nas geladeiras, crianças e idosos sem banho quente, equipamentos eletrônicos.

Mas não é só na área central de Itapevi, mas também nos bairros, que o problema se tornou crônico. Para se ter uma idéia, aqui na redação do Itapevi Noticias, só este ano, tivemos que solicitar assistência técnica 2 vezes por pane em nossos equipamentos devido a picos de energia.

"Se pagamos a AES-Eletropaulo por que ela não pode prestar um serviço decente? Deixe de pagar a conta para verificar a eficácia no corte...".  

 

Chuva, e manutenção de poda são as principais desculpa.

A chuva continua sendo o principal argumento da empresa para justificar os picos e a demora do atendimento. E a quem recorrer no caso de falta de energia:

Segundo a AES Eletropaulo, o aumento de chuva dos últimos meses "foi responsável por uma quantidade maior de desligamentos na rede, causados principalmente pelo contato com galhos de árvore e pela própria queda de árvores sobre a rede".

Segundo informações da concessionária a prefeitura não faz as manutenções de podas nas arvores, depois que é feito a poda na área de risco. (Para a prefeitura por questão de segurança a própria Concessionária tem que fazer as podas).

 

Atendimento AES Eletropaulo

1 - Atendimento de emergência 24h - 0800 72 72 196 - Para informar casos de fio partido, poste abalroado, falta de energia no seu bairro, acidentes ou problemas na rede de distribuição (eles dizem que o serviço é 24 horas, 7 dias por semana), (esquece você  não consegue falar, telefone ocupado).

Central de Atendimento 24h - 0800 72 72 120 - A Central de Atendimento ao Cliente permite que o cliente tire dúvidas, faça reclamações ou ainda solicite serviços onde quer que esteja. A ligação é gratuita e o atendimento está disponível 24 horas, 7 dias por semana (eles apenas não dizem quando vão resolver o tal problema e nem quanto tempo o cliente terá que esperar na linha ouvindo musiquinha).

 (As filas são sempre muito grandes e o atendimento péssimo e, nem mesmo  papel há para imprimir os documentos)

Ouvidoria - 0800 72 73 110 - Canal direto para sugerir, criticar ou elogiar serviços (será que dá pra falar em elogios?). A Ouvidoria está disponível em dias úteis, das 08h00 às 18h00

Se nenhuma dessas opções der resultado positivo, o usuário deve recorrer à - ANEEL - Agencia Nacional de Energia Elétrica - Fone: 167 de segunda à sexta das 8h às 20h

 

Em nota, a prefeitura diz que tem pressionado a Eletropaulo para melhorar o atendimento.

 

Concessionária AES-Eletropaulo.

Depois da chuva, outro grande vilão dos apagões, segundo a AES Eletropaulo, são as árvores que teimam em crescer e invadir os fios elétricos. Para isso, ressalta que tem um plano de execução de podas de árvores, elaborado de acordo com a legislação ambiental e executado com a aprovação das prefeituras. "Este plano contempla a poda de 225.000 árvores em 2010, o que representa 53% a mais do que o executado em 2009. Essa ação reduzirá significativamente a ocorrência de falta de energia durante esse ano", garantiu a empresa por meio de sua assessoria de imprensa.

 A concessionária diz que já intensificou as ações. "Em situações normais, a Companhia utiliza até 256 equipes de emergência, mas nesse período do verão mobilizará até 539 equipes para tornar mais ágil o atendimento às ocorrências de falta de energia." Mas está longe de ser eficiente, a prova é que o serviço, que era ruim em 2009, piorou este ano. A concessionária informou que utilizará motocicletas para agilizar o atendimento e que reforçará o Call Center - serviço de atendimento ao cliente.

 

Acreditamos em Papai Noel!!!

 

Confira algumas fotos depois da reclamação de quase 24 horas sem energia.

 

 

Última atualização em Ter, 12 de Janeiro de 2010 22:25  

Anunciantes

Links Recomendados?
Banner